VILLA FRANCIONI TINTO 2009 LEVA OURO NA GRANDE PROVA VINHOS DO BRASIL 2016

O rótulo VF Tinto 2009, produzido pela vinícola Villa Francioni de São Joaquim, recebeu a Medalha de Ouro na Grande Prova Vinhos do Brasil 2016, em duas categorias: Vinho Tinto Super Premium e Tinto Corte. Esta foi a quinta edição da prova que contou com a participação de mais de cem vinícolas nacionais. O rótulo da Villa Francioni integra o Anuário de Vinhos do Brasil, que apresenta todos os vencedores em 30 categorias. O vinho elaborado pelo enólogo Orgalindo Bettú, é um corte de 4 uvas: Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e Malbec. Estagiou por 18 meses em barricas de carvalho francês. No momento a vinícola comercializa também, a safra 2011.

14068160_1191608094247491_8698470385537741072_n

Anúncios

Pinot Noir da Vinícola Suzin é o melhor do Brasil!

Neste mês de Agosto foram divulgados os vinhos campeões da 5ª edição Grande Prova Vinhos do Brasil (GPVB). Entre participantes da prova realizada no Rio de Janeiro, estiveram mais de 850 amostras, de 110 vinícolas nacionais, de oito estados brasileiros. Os resultados serão divulgados pelo Anuário Vinhos do Brasil 2016/2017. Neste ano foram 28 categorias, com  30 campeões (ocorreram três empates). Seguindo normas da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), o número de medalhas foi limitado a 30%. No total, foram cinco medalhas de duplo-ouro, 160 medalhas de ouro e 90 medalhas de prata. Espumante Brut Champenoise e Tinto Super Premium foram as categorias com mais medalhas de ouro, com 31 e 37, respectivamente.

Na categoria Pinot Noir, o grande campeão foi o elaborado pela Vinícola Suzin, de São Joaquim! Além dessa premiação, o Cabernet Sauvignon/2011 da Suzin recebeu medalha de Ouro.

Pinot Noir Suzin – De coloração Rubi de média intensidade, com alguns reflexos violáceos. Apresenta uma qualidade aromática diferenciada, muito elegante, destacando as notas de framboesa, morango, mirtilo, além da baunilha e especiarias. Acidez muito bem equilibrada e taninos redondos e elegantes na boca.

Essas duas premiações consolidam a Vinícola Suzin como referencia na elaboração de vinhos finos da mais alta qualidade.

PINOT-NOIR-2014-500x350

 

 

Don Carlos Cabernet Sauvignon 2011

O vinho nos proporciona boas surpresas. Esse rótulo é um bom exemplo disso.

De um terroir ainda desconhecido, a Don Carlos, situada em Santo Ângelo, na região das Missões do RS, elaborou esse surpreendente Cabernet Sauvignon, safra 2011.

Elaborado com a variedade Cabernet Sauvignon, estagiou 20 meses em barrica de carvalho. Apresenta coloração Rubi com reflexos violáceos, muito intenso de coloração.

Aroma muito elegante e intenso, predominando as notas de fruta negra madura, cravo, pimenta, cacau, baunilha. Muito complexo, no início aroma um pouco fechado, mas com o tempo em taça a qualidade aromática desse vinho se fez presente.

Apresenta boa acidez, muito persistente. De bom corpo e estrutura, apresenta taninos maduros e elegantes. Retrogosto predomina as notas frutadas combinadas com especiarias, cacau, baunilha e couro.

Um Excelente Cabernet Sauvignon!

20160717_195504

Tinto Cabernet Franc Do Lugar é campeão da categoria na Grande Prova Vinhos do Brasil 2016

Mais uma vez a Dal Pizzol Vinhos Finos se destaca em um concurso nacional. Dessa vez foi na 5ª edição da maior prova às cegas do vinho brasileiro, a Grande Prova Vinhos do Brasil (GPVB), com o Tinto Carbernet Franc Do Lugar. A divulgação dos resultados aconteceu na noite de quarta-feira, 3 de agosto, em Garibaldi (RS).

Entre as 28 categorias, o Cabernet Franc safra 2014 da vinícola com sede em Faria Lemos, em Bento Gonçalves, foi vencedora da categoria. De acordo com o enólogo da Dal Pizzol, Dirceu Scottá, o prêmio comprova o novo momento dessa variedade apontado como promissor, inclusive, por experts do setor, seja na Argentina, Chile, Brasil e outros países. “Trata-se de um vinho de estrutura mediana, porém agradável e fácil de beber em função dos aromas florais e frutas vermelhas. Um vinho ideal para o consumidor”, ressalta.

A noite preparou ainda mais surpresas para a Dal Pizzol. Neste ano o certame trouxe novidades em premiações e a vinícola conquistou duas medalhas de ouro. O vinho Dal Pizzol Enoteca foi vencedor na categoria Tintos Super Premium, assim como na categoria para espumantes elaborados pelo método tradicional com o Espumante Dal Pizzol Champenoise. Scottá enfatiza que a noite foi realmente especial para a Dal Pizzol, resultado de um incessante trabalho de toda a equipe. “Estamos bastante felizes com mais esse reconhecimento”, conclui.

Entre os jurados dessa edição estiveram enólogos, chefs, sommeliers, jornalistas, além de presidentes e representantes de entidades ligadas ao vinho.

Fonte: ConceitoCom Brasil

Casa Valduga comemora mais uma safra do seu renomado Storia Merlot

Vinícola comemora lançamento da safra 2011 do vinho ícone e inicia reserva para compra do produto.

A Casa Valduga comemora mais uma safra do seu renomado Storia Merlot. A partir de agosto, a safra 2011 do vinho ícone da vinícola, uma das mais aguardadas por apreciadores de vinho, estará disponível para comercialização.

Este grande Merlot, de expressão singular, elevou a vinícola ao conceito internacional. Em sua trajetória, o rótulo já recebeu destaque e reconhecimento dos principais concursos do mundo. Em suas safras anteriores, foi condecorado com Medalha de Ouro no concurso Mondial du Merlot na Suíca, foi eleito o melhor Merlot do Mundo pela revista Wine Report e o melhor vinho tinto do Brasil, pela revista especializada ADEGA. Atualmente, o vinho Storia Merlot é o primeiro no ranking de vinhos brasileiros no aplicativo Vivino, sendo o de maior pontuação recebida por consumidores.

A venda do Storia será feita exclusivamente por reserva. Todas as garrafas deste Merlot são únicas e por isso, são numeradas. Após a reserva, o consumidor receberá junto com o vinho o certificado oficial, com o número de cada garrafa adquirida, garantindo a exclusividade do produto. Todos os documentos são assinados pessoalmente pelo enólogo e proprietário da vinícola, João Valduga.

O vinho ícone da Casa Valduga, elaborado a partir das mais excepcionais safras e dos melhores parreirais do Vale dos Vinhedos, repousa em barricas de carvalho francês por 18 meses. Com tiragem limitada, passa por uma trajetória especial que pode ser vista em sua linha do tempo, representada na tira vermelha em seus rótulos, desde a poda até o engarrafamento.

Um vinho único e de grande personalidade, onde a passagem por barricas novas de carvalho francês proporciona grande complexidade aromática, evidenciando notas de tabaco, baunilha e especiarias em plena harmonia com as nuances de frutas vermelhas e negras. No paladar, revela taninos maduros e aveludados, em perfeito equilíbrio com a acidez, resultando em um final de boca longo e persistente.

A safra 2011 do Storia Merlot encontra-se em repouso nos caves da Casa Valduga e estará disponível para compra por meio do site da vinícola e em pontos de vendas especializados em todo o país.

Para reservas, entre em contato através do telefone (54) 2105 3122 ou mande e-mail para storia@casavalduga.com.br

Para mais informações sobre o rótulo, acesse: www.casavalduga.com.br

Sobre a Casa Valduga – Localizada no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS), possui a maior adega de espumantes da América Latina e foi uma das primeiras vinícolas brasileiras a dominar e desenvolver o método tradicional (champenoise) para elaborar espumantes ícones. Investe em produtos com padrão de excelência reconhecidos mundialmente e busca sempre inovar nos conceitos de elaboração e apresentação de seus vinhos.

Sobre o grupo Famiglia Valduga – Reconhecido mundialmente por seu padrão de excelência e sua expertise em inovação, é composto pelas empresas Casa Valduga, vinícola que está entre as dez maiores elaboradoras de espumante e vinhos do País; Domno, elaboradora de espumantes e importadora de vinhos finos; Casa Madeira, produtora de sucos, geleias, antepastos e creme balsâmico; e Cervejaria Leopoldina, o mais novo desafio do Grupo.

As marcas estão localizadas em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos, local onde a Família Valduga instalou-se quando chegou ao Brasil.  Já a Domno Importadora fica em Garibaldi (RS), cidade que também faz parte da rota turística da Serra Gaúcha.

Mais informações sobre as empresas do grupo podem ser obtidas nos sites: www.casavalduga.com.br | www.casamadeira.com.br | www.domno.com.br |www.cervejarialeopoldina.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa

image005

05 Vinhos Nacionais abaixo de R$ 30,00

Quem disse que para apreciar um bom vinho nacional precisa pagar caro? Abaixo listamos 05 rótulos nacionais, honestos, de boa qualidade, e que apresenta um excelente custo-benefício.  Agora não é desculpa dizer que não compra vinho nacional porque é caro.

1) Salton Classic Tannat (Vinícola Salton – Bento Gonçalves – RS) – ~R$ 20,00

A linha Classic da Salton apresenta um excelente custo-benefício. Bons vinhos e com preço muito acessível. Coloração roxo púrpura intenso (amoras maduras). Somam-se aromas de chocolate, ameixas pretas secas, baunilha e mirtilo. Macio, equilibrado, com muito corpo e excelente permanência de sabor na boca, retrogosto pronunciado de chocolate e ervas.

gd_6xmfkd

2) Aurora Cabernet Sauvignon Varietal (Vinícola Aurora – Bento Gonçalves – RS) – R$ 25,00

Coloração rubi com reflexos violáceos, aroma frutado com toques de pimentão verde. Na boca, encorpado, boa estrutura, macio e com boa persistência. Com breve passagem por barricas de carvalho.

produto_b_11_adfe2601

3) Aurora Pinot Noir Varietal (Vinícola Aurora – Bento Gonçalves – RS) – R$ 25,00

Elaborado pelo processo de maceração carbônica, gerando aromas bastante frescos e frutados, e um paladar muito delicado. É um vinho jovem e agradável.

produto_b_3244_c0207271

4) Don Guerino Moscato Giallo (Vinícola Don Guerino – Alto Feliz – RS) – R$ 30,00

Coloração amarelo claro com reflexos esverdeados. Possui uma alta intensidade aromática com notas a flores brancas, papaia, e frutas tropicais. Equilibrado, refrescante e persistente.

produto_b_180_b6cd9381

5) Miolo Seleção Rosé 2015 (Vinícola Miolo – Bento Gonçalves – RS) – R$ 26,00

Composição fazem parte uvas Cabernet Sauvignon e Tempranillo cultivadas em vinhedos próprios localizados na região da Campanha Gaúcha. O Miolo Seleção Rosé é um vinho leve, jovem, refrescante e muito versátil. Intensidade Aromática mediana. Em boca é muito agradável e frutado. Ótimo custo-benefício.

vinho-miolo-selecao-rose-safra-2015-750ml-69316