Bento Gonçalves volta a ter vinho e suco encanado

A comunidade de Bento Gonçalves se prepara para um momento emblemático com o retorno da Fenavinho, agendada para ocorrer entre os dias 13 e 23 de junho, juntamente com a ExpoBento, no Parque de Eventos. O vinho encanado, atração que tornou a festa conhecida Brasil afora desde sua primeira edição, em 1967, tem data, local e horário para voltar a operar: dia 1º de junho, na Via del Vino, às 11h.

A boa nova, integrante da programação do Dia do Vinho Brasileiro, estará em cartaz nos dois finais de semana que antecedem a festa, sempre das 11h às 17h. “O retorno da Fenavinho não seria completo sem o vinho encanado, porque esse foi talvez o grande diferencial da festa em sua história. Esse ato é muito mais do que simbólico, é uma mostra do quanto esta comunidade está empenhada em devolver essa festa a Bento Gonçalves e ao Brasil em toda sua plenitude”, comenta Elton Paulo Gialdi, presidente do Centro da Indústria, Comércio e Serviços (CIC-BG), promotor da 16ª Fenavinho.

Para celebrar esse especial acontecimento, uma grande comemoração está sendo preparada pelo comitê responsável pela festa. Shows com artistas locais, apresentações teatrais, exposição de produtos da agroindústria e de artesanato, gincana colonial e desfile de carros alegóricos e gastronomi fazem parte da programação para animar os visitantes. Durante os quatro dias da atração, a organização espera comercializar mais de 16 mil taças de vinho e de suco de uva. Tanto o vinho tinto (Merlot) quanto o branco (Moscato), além do suco de uva integral, serão fornecidos pela Cooperativa Vinícola Aurora, reconhecida internacionalmente pela qualidade de seus produtos. Os varietais foram escolhidos em conjunto entre as direções da Cooperativa Vinícola Aurora e da Fenavinho e simbolizam características de área produtiva local. “Levamos em consideração o terroir da Serra gaúcha. O Merlot alcança uma qualidade muito grande, e o Moscato é uma uva que identifica nossa região”, explica o gerente de Enologia da Aurora, o enólogo Flavio Angelo Zilio. “Queremos que as pessoas participantes apreciem bons vinhos”, prossegue Zilio.

A estrutura de distribuição das bebidas funcionará na Casa do Vinho (ou La Casa del Vino). Para isso, um novo e moderno sistema de vinho encanado foi planejado. Projetado pela empresa Zegla, todo em aço inoxidável, o equipamento recebeu um sistema de refrigeração da Monofrio para controle de temperatura, garantindo, assim, a qualidade dos vinhos e do suco que serão servidos ao longo da promoção.

São parcerias como essa que têm garantido importantes avanços para uma festa que não era realizada há oito anos. “Estamos maravilhados com a recepção que a Fenavinho está recebendo da comunidade de Bento Gonçalves. Desde que começamos a estruturar a retomada do evento, nossa preocupação sempre foi a de que a comunidade se enxergasse na festa, se sentisse pertencente a ela. Esse equipamento que vamos inaugurar, sem custo algum, é uma forma também de retribuir o carinho recebido, é um grande patrimônio para o município e para as próximas edições da Fenavinho, com tecnologia à altura da qualidade do vinho brasileiro”, avalia o coordenador do comitê responsável pela Fenavinho, Diego Bertolini.

Os tíquetes para consumir as bebidas do sistema encanado serão comercializados na Casa do Artesão, com preço único da dose – de vinho ou de suco – estabelecido em R$ 5. O valor dá direito também a uma taça plástica descartável (150ml). Quem quiser adquirir a taça oficial do vinho encanado (250ml), feita em acrílico, pagará R$ 10 – e pode fazer o refil pagando os mesmos R$ 5 pela dose.

Um retorno de uma atração desta magnitude só poderia implicar num grande evento. Por isso, a Via del Vino e a Rua Marechal Deodoro se transformarão em um grande palco comemorativo. As apresentações artísticas ocorrerão em frente à prefeitura, numa tenda de 20mx10m. Já a Marechal Deodoro será cenário para o desfile de carros alegóricos, marcado para o dia 2 de junho, e para as divertidas brincadeiras da gincana colonial, como a corrida de pipas, na qual os participantes precisarão rolá-las em menor tempo, e o cabo de guerra, ambas a cargo do Circolo Trentino. Nesta grande comemoração, a Fenavinho também conta com a Câmara de Dirigientes Lojistas (CDL) e o Sindicato do Comércio Varejista (Sinidilojas) como parceiros para mobilizar o comércio a abrir as portas e a prolongar esse especial momento para brindar o vinho de Bento Gonçalves.

Anúncios

Abertas inscrições para participar do Winemaker Miolo

Mais do que apreciar, elaborar o próprio vinho é uma experiência que vai muito além da taça. Compreender o ciclo da videira, participar da poda e entender sua importância no processo do cultivo da uva, viver a emoção da colheita e, por fim, acompanhar e degustar a evolução do próprio vinho é uma vivência única, ainda mais quando praticada no Vale dos Vinhedos – única região de vinhos do Brasil com Denominação de Origem – sob a condução exclusiva do diretor superintendente da Vinícola Miolo, enólogo Adriano Miolo. As inscrições para quem deseja se tornar um winemaker e fazer seu próprio vinho estão abertas e as vagas são limitadas.

De agosto de 2019 a junho de 2020 serão quatro encontros com uma programação que inclui teoria e prática, além de almoços e jantares temáticos e harmonizados. O resultado da experiência são 60 garrafas para cada participante com rótulo personalizado, desenvolvido a partir do briefing de cada ‘enólogo amador’. O vinho, da emblemática variedade Merlot, carrega a distinção da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV).

Os participantes têm sua primeira aula em agosto, entre os dias 16 e 18, quando realizam a Poda Seca, podendo curtir o charme do inverno no roteiro enoturístico mais famoso do Brasil. De 8 a 10 de novembro, quando os vinhedos estão florescendo, é a vez da Poda Verde e de 27 de fevereiro a 1º de maio de 2020 é o momento de se emocionar com a colheita a uva, feita no vinhedo exclusivo do Winemaker, localizado no icônico Lote 43, uma das melhores parcelas da família. O último encontro acontece de 5 a 7 de junho do próximo ano, quando o grupo define o corte do vinho, além da cerimônia de formatura. O gran finale vai acontecer um ano adiante, depois de o vinho permanecer em barricas de carvalho francês e ser engarrafado até chegar às mãos do seu criador.

Adriano Miolo conduz todas as etapas com o suporte de uma equipe técnica formada por engenheiros agrônomos e enólogos da marca. “Em cada módulo deste projeto está um pouco de mim, do meu conhecimento e, acima de tudo, do meu amor pelo vinho. Transformar a uva em vinho transcende qualquer sentimento que eu possa ter na minha atividade profissional, e poder mostrar tudo isso para quem aprecia esta arte é também realizador”, relata. “Cada vinho é como um filho e poder
assinar o próprio rótulo é uma emoção que compartilho há 10 anos com todos que participam deste projeto”, afirma.

Gente de todas as idades, diferentes estilos e de diversas regiões do Brasil, mas que têm em comum o gosto pelo vinho, já fizeram o curso. Em 10 anos, o Winemaker Miolo formou 112 apreciadores – cinco turmas de
Vinho Tinto e duas de Espumante -, que tiveram a oportunidade de mergulhar neste universo de sensações, compreendendo a relação existente entre o solo, o clima e a sensibilidade e conhecimento do enólogo em todo o processo. Durante todo o período do curso, os participantes ficam hospedados no Spa do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola, instalado em frente à vinícola.

Informações e inscrições podem ser feitas pelo e-mail
winemakers@miolo.com.br ou pelos telefones (54) 2102.1500 e 9 8133.0032, com Thaís Somensi.

Fonte: Conceito com Brasil

O PRIMEIRO VINHO DE ÂNFORA DO BRASIL

Idealizado pelos irmãos Giovanni Carraro, enólogo responsável e Diretor Técnico, e Juliano Carraro, enólogo e Diretor Comercial, o projeto chega com a proposta de oferecer um vinho único e surpreendente, fermentado em recipientes de terracota – ânforas – produzidos com a argila do solo da propriedade da Lidio Carraro.

O vinho da safra 2018 é um corte das variedades Merlot, Pinot Noir e Nebbiolo e expressa a Filosofia Purista da vinícola.

A vinícola está disponibilizando apenas 600 cotas de duas garrafas por CPF. Uma oportunidade única para quem aprecia vinhos Ultra Premium, feitos para colecionadores. Adquira sua cota através da loja virtual: https://bit.ly/2B6LPSd