Nota de Degustação: Espumante Rio Sol Brut Rosé

Há poucos dias atrás comentamos sobre os vinhos elaborados pela Vinícola Rio Sol, do Vale do São Francisco.

Hoje falaremos sobre um dos bons espumantes elaborados naquela região vitícola, pela Rio Sol. Trata-se do Espumante Rio Sol Brut Rosé. Um espumante muito agradável, equilibrado, leve e refrescante. Apresenta uma coloração salmão. Límpido, perlage fino, intenso e muito duradouro. Boa qualidade aromática, intenso e elegante, predominam as notas florais, pêssego e framboesa. Volume de boca mediano, e acidez não muito elevada, observa-se no retrogosto as notas de frutas cítricas, morango e nuance mineral.

Um belo espumante, recomendado pelo Falando em Vinhos!

20181003_142607

Anúncios

Nota de Degustação: Espumante Salton Prosecco 2018

Não é a primeira vez que faço um post sobre esse espumante, e não para menos, na minha opinião, um dos espumantes de melhor custo-benefício. Ideal para o dia a dia!

O Espumante Prosecco 2018 é elaborado pelo método Charmat, apresentando uma coloração amarelo palha de média intensidade. Límpido. Perlage fino e abundante. Possui boa qualidade aromática, predominando as notas cítricas, abacaxi, maçã verde e uma leve nota de casca de pão. Com bom volume de boca, é leve e refrescante, e o retrogosto predominam as notas de maçã verde, abacaxi e as notas de pão tostado.

Um Belo espumante! Recomendamos!! Uma dica: Esse é aquele espumante que precisa ser consumido muito jovem. Então de olho na safra, compre o safra 2018!!!

20180905_190700

Nota de Degustação: Espumante Panceri Brut Branco

Hoje vamos falar de um dos espumantes degustados em 2018, que mais me agradaram. O Espumante Panceri Brut Branco. A Vinícola Panceri, de Tangará – Meio Oeste Catarinense, é destaque na elaboração de grandes vinhos e espumantes.

Esse espumante, elaborado pelo método Charmat, apresenta uma coloração amarelo palha com reflexos esverdeados. Límpido, possui perlage fino, intenso e duradouro. Excelente qualidade aromática, muito intenso e elegante, predominando as notas de maçã verde, pêra e o cítrico. Em boca possui acidez viva, muito refrescante, e bom volume de boca. Retrogosto predominam as notas frutadas (maçã verde, cítrico e nêspera).

Um belo espumante catarinense, equilibrado, harmônico, pronto para consumo!

Saúde!

20181107_190139

Nota de Degustação: Rio Sol Syrah 2015

O vale do São Francisco vem ganhando a cada ano mais espaço no cenário vitícola nacional, e muito disso, vem dos bons vinhos elaborados pela Rio Sol. Exemplo disso, é o rótulo que vamos falar hoje, o Rio Sol Syrah, safra 2015.

Um vinho que apresenta uma coloração Rubi brilhante. Límpido. Boa qualidade aromática, de média intensidade, predominando as notas frutadas (em especial amora e framboesa), muito agradável no nariz esse vinho. Em boca é leve, jovial, poucos taninos e bem maduros. Retrogosto agradável, predominando as notas de morango e amora. Média persistência, sendo um vinho ideal para o dia a dia. Equilibrado e muito bem elaborado.

Recomendamos!!!

20181003_142732

Nota de Degustação: Espumante Batalha Champenoise Nature

Espumante que apresenta coloração amarelo Ouro. Límpido. Perlage fino e de boa duração. Apresenta boa qualidade aromática, intenso, predominando as notas de calda de abacaxi, noz moscada, mel e casca de pão. Em boca é intenso, apresentando boa cremosidade e volume de boca, acidez mediana, com retrogosto predominando as notas de damasco, casca de laranja, mel, manteiga e pão. Um espumante muito equilibrado, de muita qualidade no aspecto global.

20180905_192957

Villa Francioni lança nova safra do VF Tinto

O rótulo Villa Francioni Tinto 2012, já está disponível para comercialização em todo país. O vinho foi elaborado com as uvas: Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e Malbec. Permaneceu em estágio de 18 meses em barris de carvalho francês. Confira mais detalhes através da Ficha Técnica:

VF TINTO 2012

Teor Alcoólico: 13,8 %
Cor: vermelho-rubi profundo, púrpura intenso, com reflexos violáceos vivos.

Aroma: aroma complexo, com notas de chocolate amargo, frutas negras, cereja, tabaco e especiarias. Leve mentolado, com notas de frutas vermelhas em calda. Merece decantação.
Paladar: expressa potência e robustez, devidamente revestidas pelos taninos elegantes. Equilibrado, com bom final e persistência longa e agradável.
Guarda: 10 a 15 anos
Harmonização: Carnes de caça, como perdiz, pato e javali selvagem, perdigão, com molhos que podem ser um pouco mais condimentados, porém com pouca pimenta.
Consumir Preferencialmente: 18 a 20 o C

49124885_1987835037969690_3267085054022516736_o

Vinho e Verão: Uma combinação perfeita!

Os dias quentes pedem bebidas que refresquem. Para muitos, o consumo de vinho nessa época pode ser inadequado. Contudo os dias quentes de verão tornam-se uma época bastante interessante para seu consumo de vinhos, destacando-se vinhos brancos, rosés e espumantes.

Leves, frescos, refrescantes, versáteis, servidos a baixa temperatura, ótimos para beber entre amigos, à beira da piscina, na praia. Cada vez mais, vinhos brancos, rosés e espumantes, vêm caindo no gosto do brasileiro e tornando-se a cara do verão.

Com a chegada do verão e das altas temperaturas, o consumo de espumantes aumenta em todo o país. Embora seja consumida em todas as épocas do ano, a bebida tem a cara do verão.  Os espumantes podem agradar a todos os gostos, dos apreciadores da bebida mais seca (Brut, Extra Brut e Nature) até os apreciadores das bebidas mais doces (Demi-Sec e Moscatéis).

Os vinhos brancos também combinam muito com o verão, destacando os vinhos elaborados com a variedade Sauvignon Blanc, que origina um vinho leve, fresco, frutado, ideal para o verão brasileiro e a Chardonnay, que origina um vinho frutado, refrescante e que pode ser mais encorpado.

Tanto os vinhos brancos quanto os espumantes devem ser servidos a baixa temperatura. Os espumantes servidos a 8 °C e os vinhos brancos servidos a 10 °C.

Outra opção muito interessante para os dias quentes de verão são os Vinhos Rosés. O Rosé é um vinho produzido por meio da maceração de uvas tintas que permanecem menos tempo em contato com as cascas (questão de horas). Em algumas situações pode ser um intermediário entre os vinhos brancos e tintos, e para alegria de muitos, é um vinho muito fácil de ser apreciado e adorado. Por possuir uma acidez notável, tornam-se muito refrescantes, além de ter como características aromas frutados e florais, o que os tornam muito elegantes. Assim como os vinhos brancos, a temperatura de serviço para o Vinho Rosé é de 8 a 10°C.

E como ficam os amantes do vinho tinto? Para esse público há opções apropriadas ao verão. Recomendam-se os tintos jovens, leves, frutados que combinam com a estação, vinhos elaborados com a variedade Pinot Noir se enquadram perfeitamente nessas características. Além disso, esses vinhos podem ser servidos a uma temperatura em torno de 14°C.

Independente do estilo de vinho ou espumante escolhido, o importante é aproveitar ao máximo o calor e as festas de fim de ano, e de preferencia com um excelente vinho ou espumante brasileiro.

Duas Dicas de Vinhos para o Verão elaborados na Serra Catarinense:

  • Vinícola Leone di Venezia – Gewürztraminer (São Joaquim/SC)

Apresenta cor amarelo palha com delicados reflexos dourados. As condições climáticas da altitude (1280m) e o diferencial térmico entre o dia e a noite, permitem que seus aromas se revelem exuberantes, onde se destacam lichia, pétalas de rosa, peras brancas e mel. Na boca apresenta-se aveludado, elegante e fresco com a persistência destacada dos aromas. Um final longo e frutado encerra com nuances de amêndoas.

 Vinícola Villa Francioni – VF Rosé (São Joaquim/SC)

Um vinho que apresenta uma coloração rosa claro e límpido. Aromas elegantes, agradáveis, intensos e duradouros. Notas de morango, pêssego e framboesa. Na boca apresenta uma acidez marcante, tornando-o muito refrescante, além disso percebe-se muita fruta na boca.

download