Grande Prova Vinhos do Brasil 2018 celebra qualidade de 31 categorias disponíveis no mercado

Na próxima sexta-feira, 28 de setembro, em Bento Gonçalves, durante a Wine South América – Feira Internacional do Vinho, acontece a cerimônia de entrega dos prêmios, certificados e medalhas e a divulgação da lista completa dos vencedores da Grande Prova Vinhos do Brasil 2018, idealizada e organizada pelo Grupo Baco. A maior prova às cegas de vinhos brasileiros disponíveis no mercado foi realizada entre os dias 27 e 30 de agosto, no Hotel Vila Galé, na Lapa, no Rio de Janeiro

Um evento que celebra a qualidade do vinho nacional, carregado de recordes, começando pelo número de amostras que neste ano chegou a 920, sendo 872 vinhos e 48 sucos de uva, de 117 vinícolas, dos estados do RS, SC, PR, SP, RJ, MG, BA e PE.

O Rio Grande do Sul foi o estado campeão com 225 medalhas entre os espumantes, brancos, tintos, tintos super premium, roses, doces e fortificados, sucos de uva e best buys. Santa Catarina foi o segundo estado mais dourado com 33 medalhas. Minas Gerais levou 12 ouros e Paraná nove.

Marcelo Copello, um dos organizadores do evento e presidente do júri, diz que a Grande Prova Vinhos do Brasil 2018 revela ao público toda a qualidade dos vinhos nacionais que já estão no mercado sendo apreciados. “Foram longos meses de trabalho, cujo resultado poderá ser conferido na Wine South América. Estamos muito felizes de realizarmos a cerimônia de premiação na primeira edição da feira, reforçando o trabalho sério que estamos construindo ano a ano em prol do vinho brasileiro”, comenta.

Entre as 31 categorias, destaque para as 23 amostras que levaram medalha com o Super Premium, as oito amostras Duplo Ouro e 67 amostras best buys abaixo de R$ 50,00. Sérgio Queiroz, coordenador geral da Grande Prova e um dos sócios do Grupo Baco, comemora o resultado e ressalta que esse é o maior prêmio de avaliação de vinhos que já estão no mercado no Brasil. “Foi uma excelente Grande Prova”, comenta.

No dia 28 de setembro, também serão entregues os prêmios da 3ª Grande Prova Sucos de Uva do Brasil. Nesse ano dobrou o número de medalhas, sendo que 15 das 48 amostras são ouro, inclusive com um primeiro Duplo-Ouro da prova.

 

Selo como referência

Os selos redesenhados para essa nova edição já estarão disponíveis no primeiro dia da Wine South América, no dia 26 de setembro, e poderão ser estampados nas garrafas, sendo uma grande referência para o consumidor final.

O resultado consolidado de todas as categorias será publicado no Anuário Vinhos do Brasil 2018/2019, junto com o panorama do setor, tradicionalmente divulgado no início do ano. Como novidade a versão digital, que facilitará a consulta pelos consumidores.

O evento conta com o apoio do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e apoio institucional das seguintes entidades: SindiVinho, Aprovale, Acavitis, Agavi, Apromontes, Vinhos da Campanha, ABS-RJ, Hotel Vila Galé e Wine South America.

Conheça as categorias avaliadas:

1.           Espumante Brut branco Champenoise

2.           Espumante Brut branco Charmat

3.           Espumante Brut rosé Champenoise

4.           Espumante Brut rosé Charmat

5.           Espumante extra-brut, nature branco

6.           Espumante prosecco/glera

7.           Espumante moscatel branco

8.           Espumante demi-sec, branco

9.           Espumante moscatel e demi-sec rosé

10.        Branco Chardonnay

11.        Branco Sauvignon Blanc

12.        Branco Riesling

13.        Branco Moscato

14.        Branco de outras castas e cortes brancos

15.        Tinto Cabernet Sauvignon

16.        Tinto Merlot

17.        Tinto Tannat

18.        Tinto Pinot Noir

19.        Tinto Syrah

20.        Tinto Malbec

21.        Tinto Cabernet Franc

22.        Tinto Marselan

23.        Tinto Touriga Nacional

24.        Tinto de outras castas

25.        Tinto Cortes

26.        Tintos Super Premium (acima de R$ 150)

27.        Rosé

28.        Doces e Fortificados

29.        Suco de Uva Integral Branco

30.        Suco de Uva Integral Tinto

31.        Best Buys (até R$ 50)

 

Os Jurados

1.           Marcelo Copello, presidente do júri, Grupo BACO Multimídia

2.           Sergio Queiroz, Grupo BACO Multimídia

3.           Michel Friou, diretor técnico da Almaviva

4.           Danio Braga – chef e sommelier, fundador da ABS Brasil

5.           Gilberto Pedrucci, do Ibravin

6.           Horst Kisseman, da Brain Press-SP

7.           Bruno Vianna, Presidente da ABS-Campinas

8.           Miriam Aguiar, apresentadora do programa TV-UVA

9.           Luiz Nunes, Presidente da ABS-Rio

10.        Euclides Penedo Borges, proprietário da Bodega Penedo Borges

11.        Ricardo Farias – Diretor da ABS-Rio

12.        Alexsander de Oliveira, Sommerlier Chefe do Grupo Claude Troisgros

13.        Celio Alzer – Professor da ABS-Rio

14.        Deise Novakoski, jornalista e consultora em vinhos

15.        Marcelo Rebouças, proprietário da Cave Nacional

16.        Rafael Puyau, Embaixador Enocultura RJ

17.        Maria Helena Tahuata, vice-presidente da ABS-Rio

18.        Homero Sodré, consultor de vinhos

19.        Jocelyn Sodré, professora de vinhos da Universidade Estácio de Sá

20.        Roberto Rodrigues, diretor da ABS Rio

21.        Ed Arruda, Sommelier chefe do Copacabana Palace

22.        Ramon Justino, Sommelier bi-campeão do RWFF 2015 e 2017

23.        João Pedro Lamonica, Sommelier campeão do RWFF 2013

24.        Marcelo dos Santos, Sommelier do Mr Lam

O Grupo BACO, idealizador e organizador da Grande Prova Vinhos do Brasil, é uma empresa de comunicação, inteligência de mercado e consultoria que tem na geração de conteúdo e nos eventos sua plataforma de atuação. É responsável pela edição da revista BACO, do Anuário Vinhos do Brasil, entre outros produtos editoriais, além de uma série de eventos no Brasil e no exterior. Destaque para o Rio Wine and Food Festival, que vem sendo realizado há seis anos na cidade do Rio de Janeiro.

Anúncios

Associação Brasileira de Enologia realiza neste sábado, 29, a Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2018, maior degustação de vinhos de uma safra do mundo

As 16 amostras mais representativas da Safra 2018 serão conhecidas e degustadas por um público de cerca de mil apreciadores neste sábado, 29, durante a 26ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2018. Realizado pela Associação Brasileira de Enologia (ABE) desde 1993, o evento se tornou a maior degustação de vinhos de uma safra do mundo e expressa a qualidade da produção nacional.

Este ano, 120 enólogos avaliaram às cegas 344 amostras de 49 vinícolas de seis estados brasileiros. O resultado, estabelecido a partir de um regulamento que segue normas internacionais, será anunciado neste grande evento que reúne enólogos, sommeliers, diretores de vinícolas, lideranças do setor, importadores, jornalistas, enfim, enófilos do Brasil e do exterior. O ritual se repete a cada ano. Uma a uma, as amostras são servidas e degustadas por todos ao mesmo tempo. Assim que cada amostra é degustada, é feito o comentário do vinho por um dos 16 comentaristas, que compartilha suas impressões. Somente depois de degustar as 16 amostras é anunciado o resultado dos 30% e revelado as 16 amostras selecionadas como as mais representativas da Safra 2018.

Pela primeira vez na história da Avaliação Nacional de Vinhos, a Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) – entidade máxima do mundo vitivinícola com sede em Paris -, estará presente no evento com sua presidência. A brasileira Regina Vanderlinde, que assumiu a instituição no início de julho, integrará o painel de comentaristas. O 16º comentarista será sorteado entre o público.

“Sabemos que todo vinho tem marca. Para nós, enólogos do Brasil, a marca que carregamos é a do vinho brasileiro, acima de qualquer condição. Erguemos esta bandeira que muito nos orgulha, pois sabemos que os vinhos e espumantes que elaboramos têm qualidade superior. O mundo reconhece esta evolução e nós brasileiros precisamos reconhecer”, destaca o presidente da ABE, enólogo Edegar Scortegagna.

Um dos grandes momentos do evento será a divulgação e entrega do Troféu Vitis Amigo do Vinho Brasileiro 2018 e Troféu Vitis Destaque Enológico 2018, uma justa distinção que a ABE presta a pessoas que em sua trajetória contribuem para promover o vinho brasileiro.

COMENTARISTAS

1.       Carlos Abarzúa – Enólogo do Ano 2017 – Brasil

2.       Carlos Cabral de Mello – Consultor de Vinhos – Brasil

3.       Carolina Bahia – Jornalista – Brasil

4.       Caroline Dani – Biomédica – Brasil

5.       Celso Masson – Jornalista – Brasil

6.       Cristiano Melles – Presidente da ANR Brasil –Brasil

7.       Dirceu Vianna Jr. – Master of Wine – Inglaterra

8.       Edsandro Arruda – Sommelier – Brasil

9.       Francine Dion – Diretora do Séléctions Mondiales – Canadá

10.   Johnny Mazzilli – Jornalista – Brasil

11.   Lúcia Bailetti – Enóloga – Itália

12.   Nicholas Corfe – Importador Go Brazil – Reino Unido

13.   Otávio Berwanger – Médico Cardiologista – Brasil

14.   Pablo Ugarte – Diretor do Catador Awards – Chile

15.   Regina Vanderlinde – Presidente da OIV – Brasil

16.   Sorteado entre o público

FONTE: Conceito com Brasil

JS5_7617

Vitivinicultura brasileira é destaque na Wine South America

Os vinhos e espumantes brasileiros serão as principais estrelas da estreia da Wine South America – Feira Internacional do Vinho, que ocorre na próxima semana, de 26 a 29 de setembro, no Parque de Eventos e Desenvolvimento (Fundaparque), em Bento Gonçalves (RS). Cerca de 100 vinícolas das principais regiões produtoras representarão os rótulos verde-amarelos no encontro de negócios setorizado que também envolverá os segmentos de cachaças, destilados e de olivicultura. Além da indústria vinícola nacional, outras 150 marcas expositoras do país e do exterior integram a programação.

Com recursos dos convênios com o Sebrae Nacional e com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) subsidiará a realização dos projetos Comprador e Imagem durante o período da feira. O primeiro conta com a participação de 125 profissionais de redes de supermercados e lojas especializadas, de 20 estados brasileiros e de outros oito países (Canadá, Chile, Colômbia, Estados Unidos, Paraguai, Peru, Reino Unido e Rússia). A região também receberá um grupo de 19 jornalistas especializados e formadores de opinião brasileiros – de seis estados e do Distrito Federal – para uma press trip que culminará com a participação na 26ª Avaliação Nacional de Vinhos, a maior degustação simultânea do mundo. Os projetos Comprador e Imagem serão executados pela Milanez & Milaneze – representante do grupo Veronafiere -, empresa promotora da Wine South America.

O projeto setorial 100% Suco de Uva do Brasil, desenvolvido há nove anos pelo Ibravin, também estará presente na feira em um estande coletivo localizado no Pavilhão A, números 47 e 48. Em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (Sdect/RS), o local de 64m² apresentará os sucos de uva tintos, brancos e rosés das 14 empresas associadas ao projeto, sendo que cinco delas estarão no estande em balcões individuais para degustação (Dom Eliseo, Econatura, Gallon Sucos e vinícolas Santini e Terraças).

O presidente do Ibravin, Oscar Ló, acredita que a feira contribuirá para o fortalecimento e melhoria da imagem da vitivinicultura brasileira, para aumentar a presença dos vinhos, espumantes e sucos de uva nacionais nos mercados interno e externo e para a visibilidade e desenvolvimento do enoturismo. Além disso, o evento ocorre no mesmo ano em que o setor está celebrando os resultados qualitativos da safra de uvas 2018, considerada uma das melhores da década.

“Para o setor, a Wine South America é uma grande oportunidade para realizar ações promocionais, ampliar relações comerciais e projetar o vinho e o suco de uva brasileiros nos cenários nacional e internacional. Vamos receber em casa centenas de influenciadores do mercado de vinhos e poderemos mostrar nossa evolução tecnológica, a qualidade de nossos produtos e o comprometimento que temos com uma vitivinicultura que busca se fortalecer e confirmar seu espaço neste mercado tão disputado”, projeta Ló.

A expectativa é que mais de 10 mil pessoas circulem nos quatro dias da Wine South America.
SERVIÇO
Wine South America – Feira Internacional do Vinho

Quando: 26 a 29 de setembro, das 12h às 21h
Onde: Fundaparque, em Bento Gonçalves (RS)
Informações: www.winesa.com.br
Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Ibravin e Apex-Brasil renovam convênio para alavancar exportações de vinhos e sucos brasileiros

O Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) renovaram o convênio dos projetos setoriais Wines of Brasil e 100% Grape Juice of Brazil. A parceria, que ocorre desde 2004, destinará R$ 6,6 milhões para a promoção dos vinhos, espumantes e sucos de uva brasileiros no mercado internacional até 2020.

Neste novo plano de trabalho estão previstos investimentos maiores nas ações de degustação, eventos com foco no consumidor final, matchmaking (aproximação entre empresas e compradores), fortalecimento da marca coletiva Brasil junto a restaurantes internacionais, pesquisa de mercado sobre o suco de uva, suporte aos importadores e distribuidores e ações individualizadas com as vinícolas. As medidas buscam aumentar distribuição, penetração, sensibilização e, consequentemente, o volume de vendas nos mercados-alvo, além de desenvolver e consolidar a categoria brasileira no mundo.

“Apenas entre 2012 e 2017, as exportações apoiadas saltaram de pouco mais de US$ 4,5 milhões para mais de US$ 12 milhões, o que ajuda a ilustrar o potencial dos projetos e do setor”, avalia Igor Brandão, gerente de Agronegócio da Apex-Brasil. “Além de vinhos, ao longo desses anos fortaleceu-se também a exportação de sucos de uva e espumantes, que vem crescentemente conquistando prêmios internacionais e são uma das prioridades de atuação para o biênio 2018/2020”, acrescenta.

Na renovação foram mantidos os três mercados-alvo: China, Estados Unidos e Reino Unido, sendo que no país americano as ações serão direcionadas a Nova York. A América Latina vem ganhando destaque no valor exportado nos últimos anos – sendo que em 2017 absorveu 41,3% do global negociado –, e, por isso, destinos em potencial como Colômbia e Paraguai foram incluídos entre os países secundários. A decisão foi baseada em estudos realizados pela equipe de Inteligência da Apex-Brasil ao longo dos anos, no reposicionamento setorial brasileiro realizado em 2017 e em experiências obtidas em ações e estratégias de sucesso nos países em questão.

Além das iniciativas no Exterior, como a participação em feiras setoriais e o contato direto com agentes do trade e formadores de opinião, os projetos Wines of Brasil e 100% Grape Juice of Brazil atuam na formação e capacitação para a internacionalização das vinícolas, orientando os produtores no caminho que leva à exportação.

“O convênio possibilita agregar conhecimento às empresas, propiciar oportunidades e, no caso das vinícolas associadas que ainda não atuam no mercado internacional, também desenvolver a cultura exportadora. Nesta renovação, buscamos uma maior assertividade, trabalhando mercados-alvos e secundários”, explica Diego Bertolini, gerente de Promoção do Ibravin.

“Neste ciclo temos como grande desafio qualificar mais empresas para exportar. Precisamos e vamos difundir entre elas o benefício que a atividade exportadora apresenta. Quando nos capacitamos para atuar com qualidade no mercado internacional, melhoramos nossa competitividade também no mercado doméstico”, instiga o presidente do Ibravin, Oscar Ló.

No biênio anterior (2016/2018), as 42 vinícolas brasileiras associadas às iniciativas atingiram 95% da participação total das exportações do setor, mostrando a importância do suporte dado na realização de ações e eventos internacionais.

Como fazer parte dos projetos     

O Wines of Brasil e 100% Grape Juice of Brasil possibilita às empresas dois níveis de participação: iniciante (nível I) e avançado (nível II). O primeiro, sem custos para a empresa, é a porta de entrada para os projetos setoriais. Nele, a vinícola recebe pesquisas de mercado, pode participar dos workshops de qualificação e auxílio para estruturação do setor de exportação em sua empresa, além de contar com o suporte da equipe e networking das vinícolas com experiência no mercado. O nível avançado, além dos benefícios do nível I, possibilita a participação em feiras internacionais, projetos de marketing, ações de promoção internacional.

Sobre o Wines of Brasil e o 100% Grape Juice of Brazil          

O Wines of Brasil e o 100% Grape Juice of Brazil são iniciativas de promoção comercial dos vinhos, espumantes e sucos de uva brasileiros no mercado externo, desenvolvidas entre o Ibravin e a Apex-Brasil. Os projetos setoriais contam, atualmente, com a participação de 42 vinícolas e têm como mercados-alvo os Estados Unidos, Reino Unido e China. Nos últimos anos, cerca de 95% das empresas que aderiram às ações conseguiram dar continuidade em suas exportações, devido ao suporte, aos programas de capacitação oferecidos e ao trabalho setorial de consolidação da imagem dos rótulos nacionais no Exterior. Mais informações podem ser obtidas nos sites http://www.winesofbrasil.com, http://www.grapejuiceofbrazil.com e http://www.ibravin.org.br.

1537204388-0

Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Vinho brasileiro é destaque em publicações internacionais

Os rótulos brasileiros, de forma especial os espumantes, têm obtido destaque na imprensa internacional em veículos considerados referência no segmento de bebidas. Prova disso são as publicações em uma das mais respeitadas revistas sobre vinhos do mundo, a inglesa Decanter. O veículo trará na edição de outubro duas matérias com referências elogiosas aos vinhos e espumantes brasileiros.

Um dos textos apresenta aos leitores a produção de espumantes nos países da América do Sul. Sobre o Brasil, a revista destaca a grande diversidade e os micro terroirs propícios para a produção da bebida. A publicação afirma que o clima festivo e de celebração estão no DNA do país e se traduzem nas características dos espumantes. A Decanter cita a Serra Gaúcha como a principal região produtora e faz elogios ao moscatel brasileiro e à leveza dos espumantes elaborados pelo método Charmat e  também à complexidade das borbulhas elaboradas nas localidades mais altas da Serra Gaúcha.

Ainda na edição que circulará no mês de outubro da autodenominada “melhor revista de vinhos do mundo”, o Master of Wine brasileiro Dirceu Vianna Júnior indica 18 produtos vitivinícolas brasileiros que representam o crescimento qualitativo da produção nacional. Com destaque para os espumantes – são oito rótulos – além de seis vinhos tintos e quatro brancos das regiões da Serra e Campanha Gaúcha, e também de novas fronteiras como Planalto Catarinense e região Noroeste de São Paulo.

Outra matéria que merece destaque é a do portal Liquor.com, resultado da visita do jornalista norte-americano Brad Japhe, colaborador do periódico USA Today, no verão deste ano à Serra Gaúcha. Ele integrou uma press trip organizada pelo projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Com o título “Is Brazil the next big name in South American Wine?” (em tradução livre: O Brasil é o próximo grande nome do vinho Sul Americano?), o profissional declara ter ficado impressionado com os vinhos que degustou e encerra o texto com uma dica aos leitores que ainda não conhecem os rótulos brasileiros: “(…) Assim como você nunca deve julgar um livro pela capa, não se deve julgar um vinho por sua procedência. O verdadeiro valor está no líquido além do rótulo, é claro. Explore o vinho brasileiro e você provavelmente descobrirá mais do que esperava”, pontuou.

A participação da Master of Wine americana Liz Thach durante o Congresso Latino-Americano de Enoturismo, em junho deste ano, também resultou na publicação de um artigo inspirado sobre o vinho e sobre a enogastronomia brasileira. Em seu blog Wine Travel Stories, a californiana elencou 10 pontos sobre a história da bebida no país e que mais lhe chamou atenção. Liz citou como fun facts (curiosidades) a leveza, a característica frutada e alegre dos produtos brasileiros. Após visitar nove vinícolas, cinco restaurantes e outros empreendimentos enoturísticos, a Master of Wine atesta a vocação brasileira para a elaboração de espumantes e conclui: “uma das melhores partes da visita foi a chance de provar alguns deliciosos vinhos espumantes – o seu vinho-ícone. O Brasil é realmente a terra da diversão e da celebração – e seu vinho espumante é a prova disso.” Nas próximas semanas, um artigo de sua autoria também circulará nas páginas da renomada revista americana Wine Spectator também com suas impressões sobre a produção verde-amarela.

Para o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini, a presença cada vez mais constante dos vinhos brasileiros nas principais publicações internacionais é resultado do trabalho de construção de marca que vem sendo desenvolvido pelo Wines of Brasil, em conjunto com as vinícolas exportadoras.

“O Brasil vem ganhando destaque, ano após ano, como um dos principais players no Hemisfério Sul, tendo o espumante como referência. Esta divulgação auxilia também na construção de imagem no mercado interno, com respaldo de especialistas e a conquista de novos consumidores”, acredita.

1536947541-0

Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Nota de Degustação: Batalha Ideologia

Vinho elaborado a partir de um corte de três diferentes cultivares, na qual se harmonizou a impetuosidade do Cabernet Sauvignon, a grandeza do Tannat e a elegância do Merlot, com leve passagem por barrica de carvalho francês de meia tostagem.

Vinho de coloração Granada de média intensidade. Límpido. Aroma muito intenso, e de muita qualidade, predominando as notas de cravo, noz moscada, cocô queimado e fruta negra madura. Em boca apresenta uma acidez muito bem equilibrada. Taninos marcante, presente, mas maduro, muito agradável. Retrogosto predominando a fruta negra, tabaco, couro, e com algum tempo em taça muitas especiarias. Um grande vinho. Um vinho que pede uma boa carne. Um grande vinho!

20180831_132630