Degustação de vinhos brasileiros no Reino Unido tem ingressos esgotados

Os vinhos brasileiros têm despertado interesse de consumidores em diversos países do mundo. Prova disso são os resultados nas exportações, com crescimento de 17,3% em valor em 2017, metas de negócios superadas nas feiras internacionais e também na procura por cursos e workshops.

Para aproveitar o momento, o projeto setorial Wines of Brasil leva, na próxima segunda-feira, dia 23, ao International House, em Londres (Inglaterra), no Reino Unido, a primeira edição da Discover Brazilian Wines – Take a tour of Brazil’s diverse wine regions at this exciting tasting (em tradução livre, Descubra os vinhos brasileiros – Faça um tour pelas diversas regiões vinícolas do Brasil nesta degustação empolgante). O Wines of Brasil é desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) – por meio do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura do Rio Grande do Sul (Fundovitis) –, em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Em parceria com a empresa Eno Cultura, responsável pelos cursos da Wine and Spirits Education Trust (WSET) no Brasil, serão degustados oito rótulos de vinhos tranquilos e espumantes. A apresentação ficará a cargo do educador especialista em vinhos Thiago Mendes, que já atuou durante uma década na Inglaterra. Fundador e diretor da Eno Cultura e embaixador do International Wine Challenge para o Brasil e México, Mendes afirma que o vinho brasileiro será muito bem representado pelos rótulos escolhidos, tanto pela qualidade como pela diversidade de estilos.

O workshop será realizado com o apoio da Embaixada do Brasil em Londres e o objetivo é demonstrar a qualidade dos produtos verde-amarelos. A Embaixada tem servido de polo para a promoção de vinhos brasileiros no Reino Unido, organizando a participação em eventos gastronômicos locais, bem como em atividades voltadas para formadores de opinião e especialistas do setor.

Segundo o Embaixador Eduardo dos Santos, a escolha da WSET para essa ação deve-se à sua excelente reputação como líder mundial em cursos de vinhos, com certificados e qualificações reconhecidos globalmente. “Nossa expectativa é de que as degustações e workshops de vinhos brasileiros passem a fazer parte do calendário de eventos da WSET”.

O gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini, complementa, explicando que a iniciativa tem um caráter educacional para despertar, ainda mais, a curiosidade e interesse dos britânicos pelos produtos. “O fato de termos esgotado os ingressos em um curto período mostra que há um interesse do público consumidor pelos nossos rótulos. Outro ponto positivo que cabe destacar é que todos os vinhos que serão degustados podem ser encontrados no mercado do Reino Unido”, garante.

Os produtos apresentados serão os espumantes Cave Geisse Extra Brut 2014, Salton Lucia Canei Rosé, Aracuri Brut Rosé, Aurora Moscatel, Miolo Cuvée Giuseppe Chardonnay, além dos vinhos tranquilos Guaspari Vista do Cha Syrah, Pizzato DNA 99 e Raizes Gran Assemblage.

O Reino Unido é um dos três mercados-alvo do Wines of Brasil. Em 2017, as vendas de vinhos brasileiros para o país resultaram em cerca de US$ 350 mil. Esse valor deverá ser superado em 2018, já que apenas no primeiro trimestre deste ano foram negociados quase US$ 130 mil em produtos vitivinícolas para a Terra da Rainha.

Sobre o Wines of Brasil
Criado em 2002, o Wines of Brasil é uma iniciativa de promoção comercial dos vinhos e espumantes brasileiros no mercado externo, desenvolvido entre o Ibravin e a Apex-Brasil. O projeto conta atualmente com a participação de 42 vinícolas e têm como mercados-alvo os Estados Unidos, Reino Unido e China. Nos últimos anos, cerca de 95% das empresas que aderiram a iniciativa conseguiram dar continuidade em suas exportações, devido ao suporte e aos programas de capacitação oferecidos e o trabalho setorial de consolidação da imagem dos rótulos nacionais no Exterior. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.winesofbrasil.com e www.ibravin.org.br.

reino unido

Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Anúncios

Espumantes brasileiros impressionam italianos em masterclass na Vinitaly

A qualidade dos espumantes brasileiros impressionou os mais de 60 profissionais da imprensa, importadores e autoridades que participaram da masterclass sobre a produção vitivinícola brasileira realizada na tarde desta terça-feira (17), na Vinitaly, em Verona, na Itália. A ação foi realizada pelo Wines of Brasil, projeto setorial desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Com lotação máxima, a enóloga brasileira radicada na Europa Monica Rossetti apresentou os rótulos de seis vinícolas que integram o Wines of Brasil. Perini Brut, Geisse Terroir Nature, Don Guerino Extra Brut Cuvée, Miolo Cuvée Tradition Brut Branco, Casa Valduga 130 Blanc de Noir e Pizzato Nature representaram a produção verde-amarela durante a degustação.

Ainda, nesta noite, cerca de 50 autoridades italianas e brasileiras participarão de um jantar harmonizado com produtos brasileiros. O grupo provará os mesmos rótulos da masterclass, além dos conhecerem os vinhos tintos e brancos Pizzato Chardonnay DOVV e Aurora Pinto Bandeira Pinot Noir. O evento ocorrerá no restaurante Villa Mosconi Bertani.

Além da realização da masterclass e do jantar, o Ibravin esteve presente na Vinitaly com uma comitiva composta pelo presidente, Oscar Ló, pelo integrante do Conselho Deliberativo e ex-presidente do Ibravin Dirceu Scottá e a pela gerente Administrativo-Financeira da entidade, Gabriela Poletto. O grupo prestigiou o lançamento internacional da Wine South America, feira vinícola a ser realizada em setembro, em Bento Gonçalves (RS).

vinitaly.jpg

Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Reunião com ministro do MRE leva preocupação do setor vitivinícola com acordo entre Mercosul e União Europeia

O Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e demais entidades do setor têm trabalhado junto aos órgãos governamentais brasileiros para que o Acordo de Livre Comércio entre Mercosul e União Europeia não prejudique a vitivinicultura brasileira. Na tarde desta segunda-feira (16), uma comitiva de dirigentes levou essa preocupação ao ministro de Relações Exteriores Aloisio Nunes Ferreira, em reunião realizada em Brasília (DF).
No encontro, que foi intermediado pelo suplente de deputado federal Mauro Pereira, foram apresentados os dados de produção e comercialização nacionais, com ênfase para o aumento de 36% registrado nas importações de vinhos no país, sendo que as importações de vinhos dos países da União Europeia foi de 72% em 2017. “Procuramos mostrar a importância de que Brasil defenda junto à União Europeia a produção brasileira, que preserve a identidade dos nossos vinhos e que as condições para a abertura do mercado não venham a prejudicar o segmento”, explicou o diretor de Relações Institucionais do Ibravin, Carlos Paviani. O vice-presidente do Ibravin, Marcio Ferrari, o diretor executivo do Sindivinho, Gilberto Pedrucci, o dirigente da Asbrasuso, Mario Sergio Cardoso e o negociador chefe do Acordo União Europeia e Mercosul, embaixador Ronaldo Costa, também participaram do encontro.  A próxima reunião entre os representantes do Mercosul e União Europeia está marcada para a próxima semana, em Bruxelas, na Bélgica.

Entre os principais itens que estão sendo discutidos está o acordo sobre bens e acesso a mercados, regras de origem, barreiras não tarifárias, medidas sanitárias e fitossanitária e propriedade intelectual, onde se encontra o tema das Indicações Geográficas (IGs).

“Alertarmos aos membros do governo, o fato da União Europeia subsidiar a viticultura com mais de 1,2 bilhões de euros por ano, de deter 60% da produção mundial, além da tradição de mais de dois mil anos na atividade. Por tudo isso, a concorrência não pode ser dada nas mesmas condições”, resumiu Paviani. O dirigente acrescentou que o setor não pode ser considerado moeda de troca, evitando acordos semelhante ao realizado entre o Mercosul e o Chile, que eliminou as tarifas de importação e estabelece uma concorrência desleal que se mantém até os dias atuais.

Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br  
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Dia do Vinho 2018 chega com mais de 300 atrações simultâneas espalhadas por três regiões do Brasil

Vem chegando o inverno. E com ele, um dos períodos do ano mais propícios para se degustar o mapa dos vinhos do Brasil. Tão extenso e rico em diversidade natural, que vai do calor tropical à geada. De 18 de maio a 3 de junho, o Vale do São Francisco, no nordeste brasileiro, o Roteiro de São Roque, a 60 quilômetros de São Paulo, Porto Alegre, o Vale Central Gaúcho, a Campanha Gaúcha e a região Uva e Vinho da Serra Gaúcha se unem para celebrar, com mais de 300 atrações simultâneas, o Dia do Vinho 2018.

Para lançar o evento e apresentar a programação deste ano (que está disponível no site oficial diadovinho.com.br), a cidade escolhida foi Santa Maria, referência no Vale Central Gaúcho. Território a ser descoberto pelos desbravadores de novidades entre os rótulos verde-amarelos e participante do Dia do Vinho desde 2017. O lançamento será no Hotel Don Rafael Cerrito, dia 9 de maio, às 17h.

“O Dia do Vinho, desde a origem, celebra a cultura, a história e a produção vitivinícola de maneira integrada por todo o Brasil. As mais diversas regiões do país se unem e oferecem durante o mesmo período uma série de atividades especiais, eventos, jantares e almoços harmonizados, cursos de degustação, promoções e, principalmente, descontos. O Dia do Vinho foge da ideia de evento realizado em único local. Pelo contrário: são duas semanas de programação voltada ao enoturismo e à gastronomia, para se aproveitar em dezenas de municípios com as mais variadas características e atrações, todos os dias. É só escolher e ir”, explica o presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Oscar Ló.

Em 2018, as duas semanas de Dia do Vinho terão atrações espalhadas pelo Vale do São Francisco (BA), São Roque (SP), Itaara, Santa Maria, Silveira Martins e São João do Polêsine (Vale Central Gaúcho), Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Itaqui e Santana do Livramento (Campanha Gaúcha), Antônio Prado, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Monte Belo do Sul, Pinto Bandeira, Veranópolis e Vila Flores (Serra Gaúcha – Região Uva e Vinho) e a capital gaúcha, Porto Alegre (RS).

“A expectativa é de um incremento de 10% na geração de negócios ligados ao enoturismo e à gastronomia nos mais de 200 empreendimentos integrados à programação do Dia do Vinho, em todas estas regiões. Ainda assim, trata-se de um impacto difícil de se mensurar, justamente em função do alcance nacional do evento, que envolve características muito particulares de cada território e comunidade. Em nível local, sabemos que será possível contar com o atrativo extra de dois feriados muito fortes, que são Corpus Christi e Nossa Senhora de Caravaggio”, avalia o presidente do Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) da Região Uva e Vinho, Vicente Perini.

Para saber o quê, onde e quando fazer, basta utilizar o mecanismo de busca do site oficial diadovinho.com.br. A gama de atrações vai da degustação de um espumante às margens do chamado Velho Chico até o saboreio do menarosto, um assado típico de aves e carne de coelho, que desde a chegada dos imigrantes italianos à região Uva e Vinho da Serra Gaúcha se prepara sobre brasas e se acompanha com massa, polenta e folhas rústicas. Ou aproveitar desde a infraestrutura dos complexos turísticos vizinhos ao maior centro urbano do continente, em São Roque, no interior paulista, até a experiência de um concerto na imensidão do pampa gaúcho, onde há cerca de 200 anos o Brasil ainda desenhava os contornos de suas fronteiras. Pode-se conhecer a novidade dos vinhos do Vale Central Gaúcho em uma festa anos 80. Fazer ioga e degustar sucos e vinhos em um cultivo de produtos orgânicos na – literalmente – cinematográfica Antônio Prado. Ou, simplesmente, curtir as conveniências e a fartura de opções de uma capital próxima de grandes polos produtores de vinho, em Porto Alegre.

“É um período estratégico para se abastecer as adegas de casa com excelente custo-benefício. Saímos do início do ano, quando estão em alta os espumantes, mas ainda não chegamos no inverno, quando o mercado pede mais vinhos tranquilos. É uma meia estação. Então, as vinícolas estão cheias de descontos que, dependendo das linhas e produtos, podem passar dos 30% e chegar a 50%. Ou oferecem promoções em que, levando maior quantidade de garrafas, se chega a pagar metade do valor inicial da bebida. O Dia do Vinho é uma festa de duas semanas, nós somos os anfitriões e o consumidor é nosso grande convidado. Queremos que aproveite”, enfatiza o presidente do Ibravin, Oscar Ló.

A ação promocional não fica restrita às garrafas e taças. Hotéis e restaurantes integrados à programação também oferecerão tarifas com desconto e cardápios com pratos e preços especiais ao longo do Dia do Vinho.

“O objetivo é que o visitante possa aproveitar tudo o que cada região tem para oferecer. A hospedagem, a gastronomia e as visitas e atividades em vinícolas podem ser combinadas de maneira única durante este período do ano e com grande vantagem para o bolso. Além dos descontos e preços promocionais, há os almoços e jantares harmonizados, cursos de degustação e oferta de atrativos combinados entre os empreendimentos que só estão disponíveis nestas duas semanas de evento. E para se organizar da melhor maneira, a grande ferramenta é o site oficial diadovinho.com.br“, conclui o presidente do Segh, Vicente Perini.

Sobre o Dia do Vinho
O Dia do Vinho é realizado pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), por meio do projeto Vinhos do Brasil e Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul (Seapi-RS), e pelo Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) – Região Uva e Vinho, como resultado do Projeto Eventos Integrados e Integradores – reinterpretação da concepção de evento, fomentado pelo Ministério do Turismo. A lei que instituiu o Dia do Vinho no Rio Grande do Sul no primeiro domingo de junho de cada ano foi promulgada em 12 de dezembro de 2003. O projeto partiu do então deputado estadual Iradir Pietroski.

A edição 2018 tem o apoio das prefeituras municipais de Antônio Prado, Bento Gonçalves, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Monte Belo do Sul, Pinto Bandeira, Veranópolis e Vila Flores, além de Associação de Turismo da Serra Nordeste (Atuaserra), Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur), Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin), Associação de Produtores de Vinhos  Finos da Campanha Gaúcha, Associação dos Produtores de Vinhos de Pinto Bandeira (Asprovinho), Associação dos Vitivinicultores do Vale Central Gaúcho (Vinhos do Coração do Rio Grande), Roteiro do Vinho de São Roque (SP), Sindicato da Indústria do Vinho de São Roque (Sindusvinho São Roque) e Vinho VASF – Instituto do Vinho Vale do São Francisco. O patrocínio é de Oxford, Strauss e Sebrae.

dia do vinho

Assessoria de imprensa do Dia do Vinho:
Gabriel de Aguiar Izidoro
Jornalista – MTE 11.590
(54) 9.9118.3877 | (54) 9.9681.3877 | (54) 3222.1516
gabriel@dnfpress.com | imprensa@dnfpress.com

Assessoria de imprensa Ibravin: 
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 - imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 - imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

ABS-RS abre inscrições para nova turma do Curso Profissional de Sommelier

Uma profissão que é puro prazer. O Sommelier é o profissional especializado em bebidas, especialmente vinhos, e a sua correta harmonização com o alimento. Pois quem quiser trabalhar com isso ou fazer do conhecimento um requisito para ter mais prazer ao beber e comer, a Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS) está abrindo uma nova turma do seu concorrido Curso Profissional de Sommelier. Ao todo, serão sete módulos (112 horas), sendo que o primeiro ocorre entre os dias 25 e 27 de maio.

A programação segue até dezembro, sempre com três aulas por mês (sextas, sábados e domingos), todas realizadas em vinícolas da Serra Gaúcha e no SPA do Vinho, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves.

Com aulas ministradas pelos maiores especialistas em bebidas do Brasil, o curso traz um abrangente conhecimento sobre o mundo do vinho, passando por noções básicas de degustação e vitivinicultura, análise sensorial, espumantes, além de técnicas de serviço do vinho e trabalho do Sommelier. O curso conta com degustação de vinhos de diferentes países e regiões em todas as aulas.

 “Para quem quer seguir uma nova profissão, é possível ter ganhos de R$ 3,5 mil a R$ 5 mil”, afirma o presidente da ABS-RS, Orestes de Andrade Jr. Ele diz que esta turma, a sétima formada pela ABS-RS em três anos, foi antecipada de agosto para maio devido à grande procura. “Temos uma lista de espera com 80 interessados. As vagas devem se esgotar rapidamente”, afirma Orestes Jr. Os enófilos também são bem-vindos no curso da ABS-RS. “Temos alunos de várias profissões em busca de conhecimento específico e também para vislumbrar uma nova oportunidade de negócios”, conta o presidente da ABS-RS. “Muitos novos empreendimentos na área de bebidas e de comida saem dos nossos cursos”, revela.

 O diploma, emitido em parceria com a ABS-SP, é válido em todo o Brasil e tem o reconhecimento internacional da ASI (Association de la Sommellerie Internationale). A metodologia do curso segue os parâmetros necessários para que os candidatos possam exercer todas as atividades da profissão de Sommelier.

Confira a programação do Curso Profissional de Sommelier:

Datas das aulas:

Módulo 1: 25 a 27 de maio – Serra Gaúcha (Vinícola a definir)

Módulo 2: 29 de junho a 1º de julho – Serra Gaúcha (Vinícola a definir)

Módulo 3: 3 a 5 de agosto – Serra Gaúcha (Vinícola a definir)

Módulo 4: 31 de agosto a 2 de setembro – Serra Gaúcha (Vinícola a definir)

Módulo 5: 12 a 14 de outubro – Serra Gaúcha (Vinícola a definir)

Módulo 6: 23 a 25 de novembro – Serra Gaúcha (Vinícola a definir)

Módulo 7: 7 a 9 de dezembro – Serra Gaúcha (Vinícola a definir)

Local:

Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha ou arredores – um módulo em cada vinícola de acordo com o cronograma.
Horários do curso:

Sexta: 16h visita vinícola (opcional) – 17h coquetel de boas-vindas (opcional) – 18h início da aula

Sábado: 8h30 às 18h (intervalo de 2h para o almoço)

Domingo: 8h30 às 12h

Investimento:

– R$ 5.250,00 (para associados da ABS-RS) – Link para inscrição on-line http://pag.ae/bmxhDjS

– R$ 5.490,00 (para não associados) – Link para inscrição on-line http://pag.ae/bcxhCTk

Valores podem ser parcelados em até 10x sem juros no cartão de crédito

Outras informações:
E-mail: contato@absrs.com.br
Telefone: 54 99972-0130 (com Ana Paula)

aIMG_0030

.DOC Assessoria de Comunicação

Salton conquista cinco medalhas no Concours Mondial de Bruxelles – Edição Brasil

Um dos mais importantes e expressivos concursos mundiais de vinhos, espumantes e destilados, o Concours Mondial de Bruxelles, na sua 16ª edição nacional, consagrou a Salton com uma medalha duplo ouro e quatro medalhas de ouro. Nesta edição, o tinto Salton Desejo 2012, lançado no ano passado e elaborado exclusivamente com uvas Merlot, conquistou a medalha Grande Ouro. Enquanto os espumantes Évidence – elaborado por método tradicional –, Salton Brut e Reserva Ouro obtiveram medalha de Ouro, ao lado do tinto Salton Intenso Tannat 2015.

A avaliação, encerrada no último dia 06, foi realizada, este ano, em Recife (PE). A etapa brasileira avaliou 552 amostras de vinhos e destilados, provenientes de todos os Estados. Entre os jurados, jornalistas, formadores de opinião, blogueiros, consumidores, enólogos e produtores, que amplificam, com diferentes gostos, paladares e conhecimentos, os resultados e medalhas conferidas nas degustações às cegas.

Salton Desejo 2012_Credito Eduardo Benini

Guia Descorchados 2018 indica 4 espumantes da Vinícola Aurora

A Vinícola Aurora, maior e mais premiada vinícola do Brasil, irá participar do evento apresentando o espumante Aurora Extra Brut Pinto Bandeira Método Tradicional (I.P.), que recebeu 90 pontos no Guia Descorchados edição 2018.

Esse espumante entra na publicação como um dos grandes destaques da região de Pinto Bandeira, na Serra Gaúcha e como um dos melhores extra brut do país.

Outros 3 espumantes da vinícola figuram entre os indicados no Descorchados deste ano: Aurora Moscatel, Aurora Procedências Brut Chardonnay e Aurora Procedências Brut Rosé (88, 86 e 85 pontos respectivamente).

O Guia Descorchados, do enólogo chileno Patrício Tapias, chega à sua 20ª edição, trazendo os melhores rótulos da América do Sul.

1 - SIL_7357
Cooperativa Vinícola Aurora

Visite o site: www.vinicolaaurora.com.br

SAC: 0800 701 4555

Matriz Bento Gonçalves (RS): (54) 3455-2000

Filial São Paulo: (11) 3051-6124

Escritórios e representantes em todo o território nacional