Prova do MasterChef Profissionais tem espumantes brasileiros como protagonistas

Equilibrados, refrescantes e versáteis. Os espumantes brasileiros são reconhecidos no Brasil e no exterior por sua qualidade e características únicas, reverenciados pela crítica especializada e premiados mundialmente. Uma amostra da diversidade verde-amarela pôde ser conferida na noite de ontem (6), na prova de eliminação da quarta temporada de MasterChef Profissionais, exibido pela Band. A reprise pode ser assistida nesta sexta-feira (9), às 20h30min, pelo Discovery Home & Health, com reapresentação no canal por assinatura no domingo (11), às 18h50min.

Considerado um dos programas de entretenimento mais prestigiados e com maior índice de audiência da televisão brasileira, o talent show desafiou seis competidores a elaborarem pratos que harmonizassem com espumantes de três vinícolas nacionais: Espumante Garibaldi Chardonnay, Salton Évidence e Casa Perini Moscatel. A trinca foi responsável por representar as regiões produtoras brasileiras e as mais de mil empresas existentes no país. Atualmente, cerca de 200 mil pessoas estão envolvidas com a cadeia da uva e do vinho no Brasil.

Com articulação do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), a prova foi apresentada pela jornalista Ana Paula Padrão e avaliada pelos chefs-jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin, que elogiaram novamente a qualidade dos rótulos brasileiros.  Representando o Ibravin, o sommelier Maurício Roloff deu dicas gerais de harmonização aos competidores, mostrando que uma das grandes vantagens do Brasil é a elaboração de diferentes estilos de espumantes, o que possibilita maior versatilidade. As mais de 1,5 mil premiações internacionais conquistadas pelas borbulhas verde-amarelas na última década e as exportações brasileiras também foram lembradas pelo especialista.

Além de Roloff, os representantes das vinícolas cotistas, Maiquel Vignatti, Luciana Salton e Franco Perini, retrataram a vitivinicultura nacional aos telespectadores do MasterChef. O trio apresentou os rótulos da prova aos competidores.

“Estamos contentes, mais uma vez, com a repercussão do programa. Está sendo muito positivo para o setor, especialmente por ter sido veiculado em um ano histórico, onde tivemos uma das melhores safras da década e também pela proximidade com as festas de final de ano, o que tende a incentivar o consumo de espumantes”, analisa Oscar Ló, presidente do Ibravin.

O episódio foi gravado neste segundo semestre, nos estúdios da emissora, em São Paulo (SP). Esta foi a segunda participação institucional do setor vitivinícola brasileiro no MasterChef, sendo a primeira na temporada Profissionais. Em abril de 2017, os rótulos nacionais foram tema de uma prova coletiva da quarta temporada da edição Amadores, gravada na Serra Gaúcha. Os cozinheiros elaboraram um menu completo para 80 convidados, que foram harmonizados com dois espumantes e um vinho tranquilo verde-amarelos.

Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 - imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 - imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Anúncios

Parceria entre Ibravin e Globo leva espumantes brasileiros a lançamento de novela das nove

O sucesso da parceria entre o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e a Globo em eventos da emissora voltou a se repetir. Na noite de ontem (8), os espumantes brasileiros foram servidos na festa de lançamento da novela das nove “O Sétimo Guardião”, de Aguinaldo Silva. Foram oferecidos cinco rótulos das vinícolas Domno e Garibaldi.

O evento para convidados, entre eles profissionais da imprensa, atores, direção e produção do novo folhetim, ocorreu no espaço EXC Rio, no Rio de Janeiro (RJ). A novela, que estreia na próxima segunda (12), tem no elenco estrelas como Bruno Gagliasso, Antonio Calloni, Marina Ruy Barbosa, Lilia Cabral e Marcos Caruso.

A história, a cultura que envolve o universo vitivinícola brasileiro e a qualidade dos produtos vêm chamando a atenção da emissora nos últimos anos. A parceria espontânea com o Ibravin ocorre desde 2015, quando o vinho foi protagonista do enredo e da festa de lançamento de “Além do Tempo”. Nos anos seguintes, a dobradinha teve bis nos eventos de apresentação das novelas “A Força do Querer” e “Segundo Sol” e também da supersérie “Os Dias Eram Assim”.

“Ficamos felizes em consolidar esta parceria para inserção de rótulos brasileiros nas festas da Globo. A continuidade mostra o reconhecimento dos nossos produtos, que tem agradado os convidados dos eventos com sua qualidade e diversidade”, avalia Diego Bertolini, gerente de Promoção do Ibravin.

Assessoria de Imprensa Ibravin:
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Vinícolas brasileiras aportam na ProWine China para aumentar presença no mercado asiático

O vinho brasileiro estará presente, pelo terceiro ano consecutivo, na principal feira do setor na China entre os dias 13 e 15 deste mês. A quinta edição da ProWine no país ocorre em Shangai e receberá as empresas Aurora, Bueno Wines, Canção, Casa Perini, Miolo, Peterlongo e Salton, que integram o Wines of Brasil e 100% Grape Juice of Brazil. A China é um dos países-alvo dos dois projetos setoriais desenvolvidos pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em parceria com a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

No acumulado dos primeiros nove meses desse ano, a Ásia teve participação de 41,6% no total de espumantes brasileiros exportados, com a remessa de 73,3 mil litros, que contabilizaram US$ 222,3 mil. Os principais compradores são Cingapura, China e Japão. A estimativa dos projetos é de que sejam comercializados cerca de US$ 300 mil nos próximos 12 meses, como resultado da feira, que deverá receber mais de 16 mil pessoas. Um dos objetivos é ampliar o mercado no mercado chinês, um dos que mais cresce em consumo no mundo. De janeiro a setembro, a China ampliou em 73,2% a importação dos espumantes do Brasil, com U$ 57,1 mil negociados.

O gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini, destaca o número de vinícolas brasileiras nesta edição da feira – totalizam sete empresas –, enfatizando o bom resultado obtido na venda de espumantes, em especial os moscatéis, no mercado asiático. Bertolini afirma que o suco de uva também caiu no gosto dos chineses, que estão buscando, cada vez mais, consumir produtos saudáveis. “É importante salientar que a ProWine atrai público de diversos países orientais, por isso também é uma oportunidade de prospectar distribuidores e ampliar o espaço do vinho brasileiro, em especial com o foco em espumantes que temos trabalhado com maior ênfase neste mercado”, explica.

As ações no continente terão continuidade após a participação na ProWine China. No dia 19 deste mês, o Wines of Brasil e a Embaixada do Brasil no Japão promovem uma masterclass para convidados com foco nos espumantes. O sommelier Maurício Roloff discorrerá sobre as regiões produtoras brasileiras e conduzirá uma degustação das borbulhas verde-amarelas em que falará sobre as características, diversidade e qualidade dos rótulos nacionais.

Participação nas exportações brasileiras de espumantes – Jan a set/2018

  Volume (litros) Valor (US$)
Ásia 41,60% 27,50%
Europa 23,70% 22,10%
América Latina 21% 32,50%
Estados Unidos 13,20% 17,40%
África 0,50% 0,50%

SOBRE A MASTERCLASS
Wines of Brasil Project + Brazilian Main Wine Regions + Brazilian Sparkling Wine
Data: 19 de novembro
Horário: 13h30min às 16h
Local: Embaixada do Brasil em Tóquio, Japão. Endereço: 11-12 Kita Aoyama 2-chome, Minato-ku, Tokyo (107-8633)
Público-alvo: 30 a 40 proprietários de lojas de vinho, sommeliers, restaurantes, bares e supermercados e importadores convidados
Palestrante: Maurício Roloff, sommelier do Wines of Brasil

Sobre o Wines of Brasil e o 100% Grape Juice of Brazil         
O Wines of Brasil e o 100% Grape Juice of Brazil são iniciativas de promoção comercial dos vinhos, espumantes e sucos de uva brasileiros no mercado externo, desenvolvidas desde 2002 entre o Ibravin e a Apex-Brasil. Os projetos setoriais contam, atualmente, com a participação de 42 vinícolas e têm como mercados-alvo os Estados Unidos, Reino Unido, China e Paraguai. Nos últimos anos, cerca de 95% das empresas que aderiram às ações conseguiram dar continuidade em suas exportações, devido ao suporte, aos programas de capacitação oferecidos e ao trabalho setorial de consolidação da imagem dos rótulos nacionais no Exterior. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.winesofbrasil.com, www.grapejuiceofbrazil.com e www.ibravin.org.br.

feira colombia

Assessoria de Imprensa Ibravin: www.ibravin.org.br
Martha Caus: (54) 3538.3048 | (54) 9.8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina: (54) 3538.3048 | (54) 9.9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Camila Ruzzarin: (54) 3538.3048 | (54) 9.9190.1392 – imprensa3@ibravin.org.br

Nota de Degustação: Casa Valduga Espumante Sur Lie

A técnica conhecida pelo nome sur lie permite que a bebida permaneça em constante evolução, na presença de leveduras, até a abertura da garrafa, quando o espumante atinge sua plenitude. Ideal para quem busca uma experiência sensorial distinta e singular!

O Casa Valduga Sur Lie é um espumante em sua forma mais bruta, sem dégorgement e consequentemente, sem dosagem pós-dégorgement de licor de expedição. Por não passar por este afinamento, a autólise das leveduras ocorre enquanto a garrafa mantem-se fechada. Esse é o grande diferencial deste exemplar, ele continua envelhecendo por tempo indeterminado e a decisão de interromper esse processo é única e exclusiva sua, que decidirá o tempo de maturação da bebida, para aprecia-la conforme sua preferência!

A presença das leveduras garante um espumante único e com grande potencial de guarda.

Um espumante encantador!

Apresenta coloração amarelo palha intensa, brilhante, com pequeno turvamento. Perlage fino e intenso. A qualidade e a complexidade aromática desse espumante é fantástica!!! Apresenta notas de frutas secas, levedura, mel e amêndoas. Em boca apresenta bom volume de boca, é intenso, persistente, ótima cremosidade. Acidez equilibrada, e retrogosto predominando as notas de abacaxi, maçã verde, pão tostado.

Quer saber mais? Quer comprar?

https://loja.famigliavalduga.com.br/espumante-sur-lie-p1529/?gclid=EAIaIQobChMInsjWgoGu3gIVBIGRCh2CWwhFEAAYASAAEgJMnPD_BwE

Sur Lie

 

Cedenir Fortunatti é o Enólogo do Ano 2018

A Associação Brasileira de Enologia (ABE) reuniu na noite de sexta-feira, 26 de outubro, cerca de 200 associados para celebrar seus 42 anos e o Dia do Enólogo, festejado na segunda-feira, 22 de outubro. O evento, realizado no Centro Empresarial de Bento Gonçalves, também foi marcado pela entrega do prêmio Enólogo do Ano 2018 para Cedenir Fortunatti, enólogo chefe da Fante Vinhos, Sucos e Destilados, de Flores da Cunha (RS).

 Fortunatti, que ganhou uma viagem técnica internacional,  iniciou sua trajetória como enólogo no final dos anos 1990. Depois do curso Técnico em Enologia, buscou aprimoramento e concluiu a graduação em Viticultura e Enologia em medos de 2008. Bem humorado, se auto-denomina um ‘alquimista das bebidas’. Há quase 20 anos, atua na Fante, uma das maiores empresas de bebidas do país, onde hoje é enólogo chefe e gerente industrial com larga experiência na elaboração de destilados. Pós-graduado em Especialização em Vitivinicultura pela Universidade de Caxias do Sul e também fez MBA em Desenvolvimento de Liderança pela mesma universidade.

A escolha foi feita entre os associados da entidade, no período de 3 a 19 de outubro. Nesta edição, 135 enólogos participaram fazendo suas indicações. O resultado foi homologado mediante regulamento, por uma comissão formada pelo presidente da ABE, enólogo Edegar Scortegagna, por representantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Campus Bento Gonçalves e pela Embrapa Uva e Vinho, além de enólogos já homenageados com a distinção.

A celebração foi ganhando status ao longo do tempo. Com o objetivo de enaltecer a trajetória do profissional que, durante sua trajetória, soube conduzir seu trabalho, não só qualificando o vinho, mas aportando ao mundo do vinho algo a mais, a distinção é uma justa homenagem aos enólogos que se destacam pela sua atuação.

“Alcançamos as Bodas de Cristal do Enólogo do Ano premiando aqueles que se destacam pela sua atividade como enólogo. Foi um dia especial, pois além de prestar esta justa homenagem, também confraternizamos para festejar os 42 anos da ABE e o Dia do Enólogo. Sempre é um momento de celebrar a vida, o trabalho, a troca, as amizades. E celebramos tudo isso da forma que mais sabemos fazer: brindando com amigos e colegas de profissão. Escolher o Enólogo do Ano é nosso dever. E ser eleito pelos próprios enólogos amplia ainda mais a importância da distinção”, destaca Scortegagna.

O evento também foi marcado pelo sorteio de uma viagem para uma missão técnica da ABE. A iniciativa foi da Vêneto Mercantil que, aproveitamento as comemorações dos seus 30 anos, apostou na ação com foco no aprimoramento técnico dos enólogos. O ganhador foi o enólogo Andrei Julian Bellé.

 JS4-1032

ENÓLOGOS HOMENAGEADOS

Enólogo do Ano 2004 – Antônio Czarnobay

Enólogo do Ano 2005 – Gilberto Pedrucci

Enólogo do Ano 2006 – Firmino Splendor

Enólogo do Ano 2007 – Adriano Miolo

Enólogo do Ano 2008 – Ismar Pasini

Enólogo do Ano 2009 – Nauro José Morbini

Enólogo do Ano 2010 – Lucindo Copat

Enólogo do Ano 2011 – Daniel Dalla Valle

Enólogo do Ano 2012 – Dirceu Scottá

Enólogo do Ano 2013 – Juliano Daniel Perin

Enólogo do Ano 2014 –  Delto Garibaldi

Enólogo do Ano 2015 – Christian Bernardi

Enólogo do Ano 2016 – Flávio Zílio

Enólogo do Ano 2017 – Carlos Abarzúa

Enólogo do Ano 2018 – Cedenir Fortunatti

Nota de Degustação: Batalha Espumante Champenoise nature

Espumante elaborado com 100% de uvas Chardonnay, através do método tradicional (Champenoise) com a segunda fermentação na própria garrafa por um período mínimo de 18 meses em contato com a levedura.

Um espumante que se destaca que altíssima qualidade! Apresenta uma coloração amarelo ouro, límpido. Perlage fino, intenso e duradouro. Aroma intenso, e elegante, predominando as notas de abacaxi, pão tostado e mel. Possui bom volume de boca, alta cremosidade, apresentando no retrogosto as notas de pão tostado, caramelo e um leve abacaxi.

Se você procura um bom espumante, elaborado pelo método Champenoise, este é uma ótima opção.

Um pouco sobre a Vinícola Batalha ( Fonte: http://vinhosbatalha.com.br/quem_somos)

Unindo o idealismo com as características que conferem uma vocação natural de uma região promissora para uma nova vitivinicultura mundial, somos um grupo de jovens idealistas e de espírito empreendedor. O resultado econômico é uma consequência. Nossa pretensão é produzir algo em escala limitada que possa surpreender os consumidores. Buscamos a valorização da pequena propriedade, onde não priorizamos o volume, mas sim, a qualidade. Em uma propriedade de 29 hectares estamos nascendo neste mundo encantador e hipnótico da vitivinicultura. O vinho está ligado a história. O privilégio de estarmos localizados nas terras onde ocorreu a Batalha do Seival nos enche de orgulho e motivação para iniciarmos outra história, a revolução do vinho brasileiro. Confiamos na fertilidade desta terra, no clima do paralelo 31º e principalmente, confiamos nas pessoas que nos cercam.

Quase dois séculos depois da Batalha do Seival, neste mesmo local, nasce o vinho Batalha, encorpado por nossa história e produzido em condições ideais de clima e solo na região considerada berço dos grandes vinhos do Rio Grande do Sul. Região essa, localizada no paralelo 31º, latitude onde atualmente se encontram os melhores vinhos do novo mundo.

 

20180905_192957

Nota de Degustação: Sarau 2014

O vinho Tinto Sarau, elaborado com as variedades Merlot e Cabernet Sauvignon, é produzido pela Vinícola Santa Augusta, de Videira/SC.

Não canso de falar, e não tenho medo de afirmar, que esta, a Santa Augusta é referência na elaboração de vinhos e espumante de qualidade em Santa Catarina. E esse vinho é a prova disso.

Apresenta uma coloração Rubi, de média intensidade. Límpido e brilhante. A qualidade aromática desse vinho é acima da média, muito intenso e elegante, predominando as notas de baunilha, morango, ameixa e especiarias. Em boca é macio, taninos maduros, acidez muito equilibrada, apresentando no retrogosto as notas amadeiradas, além de canela, cravo, e nuances frutados (ameixa e framboesa).

20180827_100043